Quando o assunto é fumar a grande maioria das pessoas têm a massiva consciência de que este é um péssimo hábito que pode causar problemas na nossa saúde. Confira abaixo a lista dos 5 fatos que todo fumante deve tomar conhecimento.

5. Fumar não é um hábito

Alguns fumantes se defendem, dizendo que não são viciados em tabaco, apenas fumam esporadicamente e podem parar quando quiserem. Isso é uma das maiores mentiras. Fumar não é questão de hábito, é um vício! É considerado um dos mais difíceis de sair devido ao domínio social que o cigarro possui na pessoa. Um dos princípios mais ativos do cigarro, a nicotina, consegue agir em áreas importantes do cérebro, fazendo com que o próprio corpo a reconheça como algo natural. Não é você quem diz que quer mais um cigarro, é a necessidade do seu cérebro em querer mais nicotina.

4. Tabagismo mata mais do que doenças famosas

Engana-se que o cigarro fica nas últimas posições quando o assunto é morte. Segundo vários órgãos de controle de tabagismo do mundo, cerca de 600 mil pessoas morrem por ano vítimas do hábito de fumar. Isso quer dizer que, mais pessoas morrem no mundo, do que morrem portadores de HIV, álcool e drogas, suicídios e assassinatos. De acordo com pesquisas, fumantes morrem de 10 a 15 anos mais cedo do que aqueles que não fumam. Uma ONG britânica realizou um estudo mostrando que, a cada cigarro consumido, perde-se 7 minutos de sua vida.

3. Nunca é tarde para parar de fumar

Muitos acham que já fumaram por muitos anos e, por isso, acham que já não vale mais a pena. Após 24 horas sem fumar, a pressão arterial e a freqüência cardíaca podem cair, tendendo a se regularizar. Após 48 horas, o monóxido de carbono (um dos gases inalados ao inspirar fumaça de tabaco) pode alcançar os níveis normais no seu sangue. Cerca de 12 semanas após largar o cigarro, seu pulmão tende a perder o chiado provocado pelos longos anos do consumo e sua circulação sanguínea melhora. Após 1 ano, as chances de sofrer um ataque cardíaco cai para apenas 50% se comparado com alguém que ainda está fumando. Em 10 anos, você tem 70% menos chance de desenvolver câncer de pulmão. Finalmente em 15 anos, seu pulmão está praticamente limpo, e as suas chances de terem doenças cardíacas já estão no mesmo patamar de alguém que nunca fumou um cigarro.

2. Possivelmente você não conseguirá parar sozinho

Uma das frases mais clássicas de quem fuma é: quando eu quiser eu paro de fumar. Isso é uma ilusão e você possivelmente não irá conseguir. Apenas 3% dos fumantes realmente conseguem parar por conta própria, uma pequena taxa se comparado aos milhões de fumantes no nosso país. Muitas pessoas precisam de apoio psicológico, medicamentos, acompanhamento profissional feito em gratuitamente em postos de saúde e até mesmo apoio familiar. Não pense duas vezes para pedir ajuda. Procure o posto de saúde mais próximo da sua casa e informe-se sobre os programas governamentais de auxílio ao combate do tabagismo.

1. Fumar custa caro

Sabe quanto custa em média uma carteira de cigarro? Aproximadamente R$ 4,50. Quem fuma uma carteira por dia, gasta R$ 1.642,50 por ano.

Com este valor é possível fazer uma viagem internacional, um cruzeiro por vários estados do Brasil, comprar um computador novo por ano, notebook e mais uma infinidade de coisas que lhe proporcionaria bem estar e não doenças.

{Fonte: Curisos.blog.br}